Buscar
  • Equipe Terapeuta Pet

Coronavírus: cuidados especiais com os pets na quarentena

Estamos enfrentando a pandemia do Coronavírus e preparamos esse post com algumas orientações para você que tem animaizinhos em casa!


Meu pet pode contrair o Coronavírus?

Os pets não contraem ou transmitem o novo vírus, mas podem carregar baixa carga viral por meio dos pelos e patas, caso sejam expostos a um ambiente contaminado!

Para evitar que isso aconteça, deve ser feita a higienização completa do pet e não há necessidade de aumentar a frequência de banhos do animal. O ideal é que os banhos sejam uma vez por semana ou a cada quinze dias!

Sobre os felinos: recentemente foi veiculado no Fantástico, programa de domingo da Rede Globo, sobre um caso de uma tigresa que testou positivo para o coronavírus, em no zoológico do Bronx, em Nova York. Ela está se recuperando e estável.

Não há registros de que os animais contaminados possam infectar os humanos, então tenha calma! Mantenha a limpeza do ambiente, do animal e evitem ao máximo deixar os pets saírem de casa, caso saiam, higienize patas, focinhos e pelos. Se você tem sintomas da doença, evite abraçar e beijar o animalzinho.


Como deve ser a higienização do ambiente?

É preciso limpar o ambiente onde o animal fica, se possível, uma vez ao dia. Para a casa em geral, é recomendado que seja feito o uso de produtos a base de hipoclorito de sódio - conhecido como água sanitária - mas evite usar nos locais onde o pet fica acomodado por mais tempo! Nesses locais, o indicado é utilizar apenas amônia quaternária, pois esse produto possui baixa toxidade e pode ser encontrado facilmente em pet shops.

🌸 CROMOTERAPIA

Publicamos recentemente sobre o uso da cor violeta no ambiente. Conhecida como o “antibiótico da Cromoterapia”, a cor violeta auxilia no combate a vírus e na produção dos leucócitos (glóbulos brancos).


Devo levar meu pet para passear?

Para continuar evitando a transmissão do vírus, é essencial que, caso faça os passeios, apenas UMA PESSOA (que não está infectada) passeie com o cãozinho e que não haja interação com outras pessoas na rua, além de fazer passeios mais curtos.

Ao voltar para casa:

✅ Tire os sapatos antes de entrar em casa;

✅ Higienize suas mãos com água e sabão;

✅ Higienize as patinhas do pet com água corrente e sabão, tomando o cuidado de não deixá-las úmidas;

✅ Também é possível limpar o focinho da mesma forma (tomando todo o cuidado), pois eles farejam muito durante o passeio!


Como diminuir o estresse do pet na quarentena?

A rotina mudou com quarentena. Muitas pessoas em casa e, embora alguns animais gostem muito da família reunida, alguns podem ficar mais ansiosos (até mesmo absorvendo sentimentos dos donos), estressados e, em alguns casos, depressão.

Abaixo vamos indicar os sinais e florais adequados para cada caso. Mas, LEMBRE-SE: é importante sempre consultar um Terapeuta Pet para saber qual desses florais é adequado para o caso do seu animalzinho!

🐶 Depressão: Falta de apetite, rejeição ao toque físico e tristeza profunda.

✅ Dica de floral: Gentian, Holly ou Mustard

🐶 Estresse: Coceira constante, perda de apetite, diarreia, respiração ofegante e agressividade.

✅ Dica de floral: White Chestnut, Gentian ou Holly

Mesmo com a redução dos passeios, os animaizinhos continuam precisando de atividade física diária para gastar suas energias. Algumas alternativas são: subir e descer escadas do prédio ou de casa, jogar a bolinha para ele buscar, usar brinquedos interativos ou, ainda, montar um circuito com cadeiras em um corredor.

No caso dos gatos, as atividades e brincadeiras podem ser voltadas ao instinto natural de caça, típico desses animais. Eles gostam de se esconder e depois “atacar”, sendo assim, esconder o brinquedo que simule uma presa pode ser uma boa maneira de despertar o interesse de brincar nos gatinhos! 😸

Navegue pelo site e saiba mais sobre os nossos cursos! Por conta da quarentena, algumas datas foram canceladas, mas em breve tudo vai voltar ao normal!

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo