Buscar
  • Equipe Terapeuta Pet

A Aromaterapia no tratamento de pets

Existem muitas técnicas estudas para que auxiliam na saúde e bem estar das pessoas e que também podem ser aplicada pets, com o suporte necessário de um especialista. Assim como o Reiki, a Aromaterapia entra na lista dessas técnicas.


Clique aqui e conheça também a técnica Reiki para pets.



O que é aromaterapia e quais os benefícios para os pets?

A Aromaterapia é a utilização dos óleos essenciais para o tratamento de questões emocionais, comportamentais e físicas. Os óleos essenciais são compostos extremamente concentrados elaborados de matéria vegetal, quer seja de partes (flores, casca de frutos, flores, resinas, etc.) ou da planta inteira.


Eles possuem moléculas voláteis e aromáticas que perfumam o ar e impactam diretamente o cérebro, tendo a capacidade de afetar as emoções e comportamentos dos animais. Isso porque as moléculas atingem o bulbo olfativo, que fica no parte mais profunda da narina do animal e tem contato direto com o seu sistema límbico, parte do cérebro que se relaciona às respostas emocionais e a capacidade de memorização e aprendizado.


Muitos cães e gatos, ao sentirem o cheiro do óleo essencial podem entrar em estado de transe, permanecendo com os olhos abertos mas imóveis e em profundo estado de relaxamento. Portanto, o impacto dos óleos essenciais no comportamento e estado emocional do animal é praticamente instantâneo.


Os óleos essenciais, que possuem complexas composições químicas, também possuem princípios ativos que contribuem como suporte no tratamento de questões físicas. Assim, muitos óleos essenciais fortalecem o sistema imunológico, ajudando a combater infecções. Outros têm efeito cicatrizante da pele, muitos tratam questões específicas dos diversos sistemas do corpo.


Exemplos de óleos essenciais e seus efeitos no corpo


O óleo de eucalipto, por exemplo, é muito interessante no caso de problemas respiratórios enquanto a Hortelã Pimenta age positivamente na digestão. A lavanda é uma sedativa do sistema nervoso central enquanto o alecrim é um estimulante da capacidade cognitiva, da habilidade de focar, aprender e organizar.


Mas cuidados devem ser tomados ao utilizar os óleos essenciais. Por serem muito concentrados, não são aplicados sem diluição em meios carreadores (óleos, géis, bases neutra de cremes e shampoos) sobre a pele e nem ingeridos. Muitos óleos são intensos demais para serem utilizados em animais ou possuem componentes químicos que podem causar toxidade, que são indicados para tratamento de humanos mas não de animais. Às vezes, é necessário usar os hidrolatos, por serem mais suaves e menos agressivos, pois são subprodutos da destilação de óleos essenciais, mas compostos basicamente de água.


Muitas técnicas que usamos tradicionalmente na aromaterapia com humanos, como difusores pessoais, não são indicados no tratamento dos animais. A aromaterapia é uma terapia holística muito efetiva no tratamento dos pets, mas exige cuidado e atenção. Antes de utilizá-la nos animais, consulte um profissional ou obtenha certificação em cursos de reconhecido renome e seriedade como o curso de aromaterapia do Terapeuta Pet!


O Curso de Formação em Terapeuta Pet forma profissionais qualificados para aplicar essa e outras terapias holísticas em animais. Clique aqui e conheça nosso projeto!


Saiba mais: Curso de Aromaterapia para Animais Agenda Terapeuta Pet Conheça nossa equipe

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo